Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Edifícios

As Torres de Lisboa

O Centro Empresarial Torres de Lisboa constitui um parque de escritórios de referência, sobretudo, pela sua visibilidade única na Cidade de Lisboa.

Com cerca de 70.000 m2 de Área Bruta de Construção acima do Solo, o empreendimento é composto por 8 edifícios que apresentam uma elevada qualidade arquitectónica e estão localizados junto a importantes eixos viários da cidade de Lisboa.

Da autoria do Arquitecto Frederico Valsassina, este empreendimento de escritórios é constituído por 4 edifícios principais de 16 pisos e 4 edifícios intermédios de 5 pisos.

Acolhe empresas como o Banco BPI, a Cetelem, a ERSAR (Entidade Reguladora de Serviços de Águas e Resíduos), a Medtronic, a Mazars, a Regus – Torres Business Center, o British Hospital, o Instituto Português de Microcirugia Ocular, a sede da Galp, entre outras organizações nacionais e internacionais.

As Torres de Lisboa dispõem de um parque de estacionamento com capacidade para 1.682 viaturas e de um estacionamento público para visitantes. Os seus utilizadores beneficiam ainda do acesso privilegiado à ponte pedonal e ciclável construída sobre a 2ª circular, com ligação à ciclovia de Telheiras.

As Torres E e G do empreendimento das Torres de Lisboa totalizam, em conjunto, uma área de escritórios de 29.004m2 em 16 pisos de 934m2 cada. Os edifícios caracterizam-se pela qualidade de construção, total ausência de colunas e pela sua tipologia rectangular. Os pisos podem ser ocupados na sua totalidade ou então possibilitam uma ocupação modular até 4 fracções, uma vez que podem ser divididos em 2 fracções de 467m2, 3 fracções de 311m2 ou 4 fracções de 233.5m2.

As Torres E & G

As Torres E e G do Empreendimento das Torres de Lisboa totalizam, em conjunto, uma área de escritórios de cerca de 29.000 m2, que se desenvolve em 2 edifícios de 16 pisos (R/C + 15 pisos), com 934m2 por piso.

Os edifícios caracterizam-se pela qualidade de construção, pelo seu layout rectangular e pela ausência de colunas. Os pisos permitem uma ocupação em open-space ou modular, até 4 fracções, uma vez que podem ser divididos entre 2 a 4 fracções, entre os 234 m2 e os 467 m2.

O recente projecto de modernização das zonas comuns e do escritório modelo, a par das soluções tecnológicas que oferece, da notoriedade e visibilidade do empreendimento, das acessibilidades e da proximidade ao aeroporto internacional, permitiu reposicionar as Torres de Lisboa como uma referência empresarial no mercado de escritórios da capital.